Distribuição de terras favoreceu mais de 160 mil pessoas em Cuba desde 2008

18 maio

Do Opera Mundi:

A distribuição de terras estatais favoreceu mais de 160 mil agricultores cubanos desde 2008, quando o projeto teve início no âmbito de uma série de mudanças econômicas na ilha.

O diretor-geral do Centro Nacional de Controle da Terra do Ministério de Agricultura, Pedro Olivera, explicou, em entrevista a um programa de televisão local, que cerca de 1.400.000 hectares foram arrendados nos últimos três anos e que 900 mil ainda devem ser distribuídos.

Uma das primeiras mudanças colocadas em prática pelo presidente Rául Castro após assumir o cargo em 2008 foi a reforma da agricultura com objetivo de aumentar a produção de alimentos por meio da entrega de terras estatais ociosas em regime de usufruto a camponeses.

O comentarista econômico Ariel Terrero destacou recentemente que as novas medidas que o governo vêm promovendo na área da agricultura permitiram o aumento de 66% na produção de feijão e 64% na de arroz.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: