Documentos confirmam que Teixeira e Havelange receberam propina

11 jul

Do Sul 21:

A Justiça suíça finalmente autorizou, nesta quarta-feira (11) a publicação de autos judiciais que comprovam que João Havelange e Ricardo Teixeira, então dirigentes da FIFA, receberam propina da ISL, empresa de marketing que faliu no início dos anos 2000, e que mantinha diversos contratos com a entidade. Os pagamentos haviam sido feitos ainda nos anos 1990, quando João Havelange presidia a FIFA e Teixeira era membro do comitê executivo.

De acordo com os documentos, Teixeira recebeu pelo menos R$ 26 milhões em propina e Havelange pelo menos R$ 3 milhões. Ambos vinham conseguindo impedir que o processo se tornasse público desde 2010, quando foi travado um acordo entre a acusação e os dois dirigentes, que incluía a não-divulgação do processo. Entretanto, a Suprema Corte da Suíça decidiu nesta quarta que os documentos devem ser tornados públicos e, tão logo tomou a decisão, a FIFA prontamente publicou os autos.

Antigo pupilo de Havelange, o suíço Joseph Blatter, atual presidente da FIFA, se tornou desafeto dele e de Ricardo Teixeira. Seu empenho em conseguir a liberação dos documentos na Justiça foi um dos motivos pelos quais Teixeira decidiu apear do poder na CBF após 23 anos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: