Mostra fotográfica sobre Cuba será lançada na quarta-feira em Porto Alegre

6 jan

_MG_3916_RAR_press

Em julho de 2012, 18 fotógrafos gaúchos estiveram em Cuba para uma imersão no universo da ilha. Os registros dessa viagem estarão na exposição Cuba, piensa lo que quieras, a partir de 9 de janeiro, às 19h30, na Galeria Espaço IAB (Gal. Canabarro, 363 – Centro Histórico). Organizada pela Escola Câmera Viajante, as fotografias com os 18 olhares estarão ambientadas na Sala Negra e anexos da galeria, recriando um espaço de uma casa cubana, com álbuns, fotos emolduradas e porta-retratos. Durante dez dias, o grupo de fotógrafos documentou o povo, a paisagem urbana e as manifestações artísticas e culturais, sob a coordenação do fotógrafo Rogério do Amaral Ribeiro e Karla Nyland.

O período para visitação é de 10 a 30 de janeiro, de segunda a sexta-feira, das 10 às 18h. Entrada franca.

Fotógrafos participantes:

Arcilda Zimmermann, Betina Tabajaski, Beth Schefer,  Etel Kawa, Gelson Rocha, Gisele Becker, João Becker, Karla Nyland, Lídia Fabrício, Lília Messias, Lisandre Rockenbach, Luiz Alberto Stefani, Maria Conceição Serafim Mondini, Paulo Mello, Regina Dalle Grave, RAR, Vera Ambrozi e Zeca Maciel.

Por Lídia Fabrício

O charmoso espaço da Sala Negra, por si só, em sua condição de obra de restauro em andamento, já remete ao que restou dos velhos e suntuosos prédios que agonizam em Habana Vieja, exauridos pelo tempo e pela superlotação. Para abrigar a mostra, esse ambiente será reforçado por cenários que remetem aos espaços internos da arquitetura cubana, numa livre interpretação que contrapõe o fausto da decoração dos hotéis de luxo, cassinos e casas de espetáculos dos anos cinqüenta à singeleza do mobiliário modesto e improvisado dos lares de Cuba, alegremente adornados pela mulher cubana com tecidos ordinários de intenso colorido, flores artificiais e toalhinhas de crochê. 

Da exuberância das cores de Cuba à austeridade do preto & branco, da alegria das faces sorridentes ao olhar sofrido dos semblantes marcados pelo tempo, da tensão da cidade nas ruelas de Habana Vieja à musicalidade manifesta em cada esquina, dos meninos que brincam descalços em Centro Habana à explosão das cores do carnaval infantil de Santiago de Cuba, a fotografia dos Viajantes da Câmera compõem um contundente painel da ilha, discorrendo através de belas imagens sobre o povo, a cultura, a arquitetura e os caminhos e descaminhos da Revolução. Cuba é encantadora e desconcertante, solar e sombria. Cuba é o colorido e o preto & branco. Como a fotografia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: