Manifestação feminista contra as obras da Copa é realizada na zona sul de Porto Alegre

8 mar
Gabrielle de Paula, Jornalismo B
Fotos Yamini Benites
O Dia Internacional da Mulher amanheceu com muita luta em Porto Alegre. As mulheres da Via Campesina, MTD e Levante Popular da Juventude concentraram-se na Rua Cruzeiro do Sul, zona sul da cidade, e marcharam até o campo de obras da Avenida Tronco, onde está sendo realizada a duplicação da via para a Copa do Mundo de 2014.
IMG_5688

A manifestação é contra a maneira arbitrária de como estão sendo feitas as remoções dos moradores. Segundo o Comitê Popular da Copa de Porto Alegre, 8 mil famílias serão removidas de suas casas para dar lugar a avenidas, aeroportos e projetos para a realização dos jogos. A alternativa oferecida pela Prefeitura é o chamado aluguel social, que as manifestantes destacam que equivale a despejo. Para Michele Silva, moradora do Morro Santa Teresa que também sofre com as remoções, a ação dos governos tem sido “desumana”.

IMG_5729

De bandeira na mão e no peito, essas mulheres marcharam pelo direito à moradia sem preocupar-se se o seu esmalte iria descascar. O rap “Eu só quero é ser feliz” de Cidinho e Doca foi o hino da manifestação. Após uma mística realizada na parte central da obra, elas encaminharam no escritório da Vila Tronco um pedido de aumento no Bônus Moradia.
IMG_6203
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: