Em Assembleia, Bloco de Lutas aponta rumos do movimento

9 jul

Texto: Bruna Andrade / Jornalismo B

IMG_0560

Protesto na Vila Cruzeiro, na última quinta-feira. Foto: Alexandre Haubrich / Jornalismo B

Completando sete meses de atuação, o Bloco de Luta pelo Transporte Público realizou uma Assembleia Geral, na noite desta segunda-feira (8), onde debateu os rumos do movimento. Cerca de 150 pessoas se reuniram no CPERS/Sindicato, onde fizeram uma avaliação das ações do grupo – como o mais recente protesto, realizado na Vila Cruzeiro -, discutiram as pautas que norteiam o Bloco e planejaram as próximas atividades.

Na Assembleia foram defendidas propostas que estão diretamente ligadas à questão do transporte, como o passe livre municipal, a abertura das contas das empresas do setor, e uma modelo de transporte 100% público. Também foram apresentadas propostas que dialogam com outros setores, como a desmilitarização da polícia e a taxação das grandes fortunas. Questões relacionadas à Copa do Mundo e à democratização da comunicação também foram lembradas.

A redução do valor da tarifa do transporte público a partir de isenções e redução de impostos foi duramente criticada e foi defendido que esse valor deveria sair do lucro das empresas. Também os vereadores foram contestados, por terem rejeitado propostas que estavam conectadas com as reivindicações do Bloco de Luta. Além disso, ações dos governos municipal, estadual e federal, como a redução da tarifa, o passe livre intermunicipal e a reforma política, foram apontadas como meras “tentativas de conter as mobilizações”, já que para a maioria dos presentes essas ações não trazem nenhuma mudança mais profunda.  

Com foco nas mobilizações que acontecerão no próximo dia onze foi defendido que o grupo construa suas ações de forma independente de governos e partidos, no entanto foi frisado que a opção por fazer uma mobilização independente de partidos não significa que esta seja anti-partidária. Ficou definido que na próxima quinta-feira o Bloco fará sua concentração às 13h no Largo Zumbi dos Palmares junto com CSP-Conlutas, Intersindical, A Cut Pode Mais e diversas categorias de trabalhadores e que vai caminhar até a Câmara de Vereadores, passando pelo Largo Glênio Peres. 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: