Em coletiva de imprensa, Bloco de Luta reafirma pautas e reforça ocupação da Câmara de Porto Alegre

13 jul

Texto: Alexandre Haubrich e Bruna Andrade / Jornalismo B

Fotos: Alexandre Haubrich / Jornalismo B

IMG_8100

Instantes antes da entrevista coletiva que o Bloco de Luta pelo Transporte Público concedeu à todas as mídias para falar sobre o pedido de reintegração de posse protocolado pelo presidente da Câmara de Vereadores, Thiago Duarte (PDT), chegou à Câmara Municipal a informação de que o pedido havia sido deferido, mas que o juiz entendeu que este tipo de ação deve ser executado em dias úteis. A decisão garante que o Bloco poderá permanecer ocupando a Casa até a segunda-feira (15), data que foi apontada em Assembleia, na manhã deste sábado, para a desocupação. A notícia foi comemorada pelos manifestantes que lotavam o Plenário Otávio Rocha e ocupam o plenário desde quarta-feira.

A coletiva teve início logo depois do anúncio, com a leitura da Carta Aberta do Bloco de Luta à população sobre o pedido judicial de desocupação da Câmara. “O Bloco de Luta pelo Transporte Público, em Assembleia Geral, aprovou 75% das propostas apresentadas pelos vereadores e indicou a desocupação da Câmara na segunda-feira, na parte da manhã, visto que, durante este fim de semana, estamos promovendo um seminário aberto à população, com debates e aulas públicas relacionados à questão do transporte público. Ainda assim, vimos todo o nosso esforço de negociação ser rompido de forma unilateral e incompetente pela presidência da Câmara, que protocolou um pedido de reintegração de posse”, diz a Carta.

Após a leitura do documento, a entrevista foi aberta para as perguntas da imprensa. Desta vez os manifestantes permitiram a presença da grande mídia, mas apenas durante a entrevista. Foi determinada uma pergunta por veículo, para garantir a pluralidade e o espaço a todos.

O Correio do Povo foi o primeiro a perguntar, questionando sobre os pontos de discordância entre manifestantes e vereadores. A resposta girou em torno do que já dizia a Carta: o a única divergência se dá em relação à data de saída. O repórter do jornal Zero Hora pediu a versão do Bloco a respeito do factoide da “agressão” ao presidente da Câmara, ao que foi respondido com a referência ao vídeo que demonstra a falsidade da acusação.

Fizemos, em nome do Jornalismo B e do Coletivo Catarse, uma pergunta a respeito da relação com a mídia alternativa. “Para o Bloco, estar aberto à mídia alternativa é uma forma de resistência ao monopólio e uma forma de fazermos a nossa democratização”, foi a resposta. A revista Bastião foi mais um veículo da mídia alternativa a falar, questionando sobre como ficarão os acordos depois da postura da presidência da Câmara. O Bloco afirmou que vai continuar pressionando para que as demandas sejam atendidas e a agenda proposta, cumprida.

O Bloco de Luta reafirmou, ao fim da coletiva, que reivindica o passe livre e o transporte 100% coletivo, além da transparência nas contas das empresas. Também convidou a comunidade a participar do seminário que vai seguir amanhã, construindo dois projetos de lei: passe livre e abertura das contas.

A entrevista foi encerrada com um canto alto, alegre, lembrando quem está na Câmara neste momento: “Somos o povo! E o passe livre…os ricos vão pagar!”, gritaram as centenas de manifestantes. Depois da coletiva o clima era de felicidade pela decisão judicial e pelo sucesso da entrevista, pela precisão das falas, pela beleza de tudo o que está acontecendo. Domingo será dia de preparar os projetos de lei. A ocupação segue pelo menos até segunda-feira.

VEJA MAIS FOTOS DA COLETIVA:

IMG_8078 IMG_8085 IMG_8089 IMG_8094 IMG_8096 IMG_8098IMG_8106 IMG_8109 IMG_8114 IMG_8116 IMG_8118 IMG_8121 IMG_8124 IMG_8132 IMG_8136 IMG_8142 IMG_8145 IMG_8147 IMG_8153 IMG_8154 IMG_8158 IMG_8166 IMG_8176

Anúncios

Uma resposta to “Em coletiva de imprensa, Bloco de Luta reafirma pautas e reforça ocupação da Câmara de Porto Alegre”

  1. Luciano Montanha 14 de julho de 2013 às 11:27 #

    A grande lição do Bloco de Lutas é que é possível praticar democracia direta. A organização do grupo na ocupação da Câmara de Vereadores é exemplar. Coloca um novo poder na balança, um poder direto da população. Poder esse que demonstra capacidade de articulação e clareza política e é capaz de criar espaço para furar o bloqueio da democracia dita representativa. Assistir essa galera fazendo assembleias populares dentro da Câmara de Vereadores é de uma beleza ímpar! Forçar a barra com mídia dominante e conseguir convocar entrevista coletiva para expor com clareza o que é e o que pretende o movimento foi uma estratégia inteligente e muito bem sucedida. Parabéns ao Bloco de Lutas! Todo apoio ao movimento! Que as assembleias públicas se tornem um hábito no exercício da democracia nessa cidade e nesse país!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: